2 de agosto de 2022

CASO JOSIAS - VIÚVA DE HOMEM MORTO APÓS SER BALEADO PELA POLÍCIA MILITAR, DESMENTE VERSÃO DOS MILITARES

0

 
Josias Ferreira dos Santos

A imprensa itaitubense divulgou neste início de semana a morte de um homem no garimpo Água Branca que, após suposta agressão à sua esposa e de que Josias andava pela comunidade armado com um facão, enquanto arrastava pelos braços sua companheira, identificada como Bernardeth Lopes, de 55 anos; ao ser visitado pela Polícia Militar da comunidade em sua residência, Josias recebeu os políciais de forma agressiva e com uma barra de ferro tentou agredir o policial que bateu à sua porta, inclusive tentou tirar a arma de um dos policiais, o qual desferiu vários tiros nas pernas do agressor. Porém, mesmo sendo socorrido, o homem não resistiu as ferimentos e veio a óbito.

Reprodução

Entretanto, no dia de hoje a viúva de Josias, em entrevista à TV Eldorado de Itaituba, retransmissora da Bandeirantes, acusa os policiais militares de terem executado seu esposo com vários tiros nas pernas. Bernadeth que é enfermeira do posto de Saúde no garimpo Água Branca, disse que não pôde ajudar seu marido, pois Josias perdeu quase todo o sangue entre 5 e 8 minutos em virtude dos ferimentos nas pernas.

"Eles fizeram uma execução de meu marido, com seis tiros nas pernas de meu marido... eles mataram o meu marido. (...) O dia do aniversário do meu marido, de 52 anos, o presente dele foi o assassinato dele!"

Bernadeth afirma que na noite do ocorrido estava em sua residência, deitada juntamente com seu esposo, Josias, quando chegaram os policiais militares afirmando que tinham recebido uma denúncia de agressão doméstica; ao abrirem a janela para falar com os políciais, os militares pediram que Josias saísse da residência, o que foi feito por Josias, mas, conforme afirmações de Bernadeth, seu agora falecido marido saiu da residência com os braços levantados; a enfermeira insistiu com os militares aduzindo de que desconhecia ter feito a ligação aos militares denunciando a suposta agressão.

Reprodução

Ao sair da residência, conforme afirma Bernadeth, Josias teria perguntado o que os militares queriam e dito "Vocês vieram me prender? Por quê?". Após ter dito tais palavras, o PM 'pipocou' as pernas de seu esposo de balas, tendo a vítima saido pulando para evitar mais tiros, conforme relato da enfermeira a entrevista.

Bernadeth, por conta do ocorrido com seu marido, registrou ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Itaituba, bem como acionou o Ministério Público em Itaituba para acompanhar o caso e tomar as devidas providências. A reportagem da TV Eldorado procurou o comando do 15º Batalhão de Polícia Militar, mas ninguém fou encontrado para falar sobre o assunto.

Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: