17 de dezembro de 2020

PARÁ - PASSAGEIRA AGREDIDA POR PC DIZ QUE FOI OBRIGADA A PEDIR DESCULPAS

0
Imagem dos dois policiais covardes
Reprodução

Vítima denuncia que foi coagida dentro da própria delegacia e obrigada a gravar um vídeo pedindo desculpas.

Discussão teria começado após vítima prender a rede no
interior do navio ao lado de onde estava a do agressor
Reprodução

O caso de agressão contra uma passageira em uma embarcação que faz a linha Breves-Belém, na tarde da última quarta-feira (16), no município de Breves, Arquipélago do Marajó, que partiu de investigadores da Polícia Civil que atuam em Portel, tem uma nova versão.

À direita, os dois policiais covardes que agrediram a senhora
Reprodução

A vítima, que chegou a ser expulsa do navio pelos investigadores e levada para a delegacia, denuncia que foi coagida a gravar um vídeo pedindo desculpas pelo ocorrido.

Investigadores Anderson e Rodrigues,
lotados em Portel/PA

Video da vítima relatando a coação:


"Eles disseram que se eu não fizesse um vídeo dentro da delegacia pedindo desculpas, que eu ia presa. Eu fui coagida dentro da própria delegacia; fui empurrada e lá dentro tem câmera, dá pra ver tudo. A polícia sempre está correta; a polícia é sempre a primeira a ser ouvida. O trabalhador, que não tem dinheiro, fica passando por esse tipo de situação", lamenta ela. 

A passageira denuncia ainda, que uma mulher, não identificada, teria puxado uma arma para constranger e ameaçar as pessoas que estavam dentro da embarcação, para que parassem de filmar as agressões.

"Cadê os nossos direitos? Uma mulher ficando contra outras duas mulheres sendo agredidas, porque ali estava eu e minha sobrinha. Esse é o resultado de gente honesta, trabalhadora. Esse é o resultado de quem se cala, porque se eles fizeram isso diante de todo mundo ali, eles fizeram isso em outros lugares", lamenta. 

A vítima também agradeceu a solidariedade que tem recebido de muitas pessoas, principalmente do povo de Breves. "Agradeço ao povo que me prestou solidariedade".

Video da coação:


Segundo as diversas denúncias recebidas pelo DOL. na noite de ontem, os agressores abusavam do poder para expulsar a passageira do navio. Um deles teria se incomodado com a mulher que prendeu a rede ao lado da dele no interior da embarcação. Não satisfeito, deram voz de prisão, gritaram, xingaram e agrediram a mulher, usando da força e jogando parte dos pertences da passageira no rio.

Em nota enviada ao DOL, também na noite de ontem, a Polícia Civil confirmou que os agressores são policiais e lamentou o ocorrido, afirmando que, "ao tomar conhecimento do caso instaurou, de forma imediata, pela Corregedoria da Polícia Civil, um procedimento para apurar o caso, além de determinar o afastamento e a remoção dos policiais do local onde atuam". 

O DOL voltou a entrar em contato com a Polícia Civil e, aguarda um posicionamento sobre as novas denúncias feitas pela vítima.
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: