12 de maio de 2022

CASO LEDA - DEJACIR FOI CONDENADO A MAIS DE 42 ANOS DE PRISÃO

0
Dejacir, o autor do triplo assassinato

Oito anos depois do crime bárbaro que chocou os itaitubenses, sentou no banco dos réus Dejacir Ferreira de Sousa, denunciado pelo triplo homicídio ocorrido em fevereiro de 2014, que teve como vítimas, a então procuradora do município de Itaituba, Leda Marta Lucyk dos Santos, 40 anos, a filha dela, Hanna Estela, 10 anos, e Taynara Siqueira, funcionária de Leda em sua loja de artigoa femininos. As três foram mortas a facadas dentro da loja de propriedade da vítima Leda. Ele foi condenado a 42 anos, 8 meses e 28 dias.

Durante o julgamento, o réu confessou a autoria do crime apontando o advogado Altair dos Santos, ex-marido de Leda, como o mandante do triplo homicídio. Djacir contou com detalhes como ocorreu a morte das vítimas, dando inclusive informações sobre o horário. Segundo ele, naquela ocasião, recebeu a informação de que Leda estaria sozinha na sua loja. Porém, quando chegou lá, estavam também a filha dela e a funcionária Taynara.

Altair, ex-marido de Leda, e o mandante, co for.e Dejacir, o assassinato.

O julgamento de Dejacir ocorreu na Comarca de Itaituba.

Leda Marques era advogada e Procuradora do município de Itaituba. Ela foi morta juntamente com a filha Hanna Estela e a funcionária da família, Taynara Siqueira. O triplo homicídio ocorreu em um sábado, no dia 22 de fevereiro de 2014. Os corpos das vítimas foram encontrados por volta das 20h.

O circuito interno de filmagem do local onde aconteceu o crime registrou a entrada e saída de Djacir da loja. A faca usada para matar as três pessoas foi encontrada em uma lixeira distante cerca de 60 metros do local.

Conforme os autos do processo, Altair dos Santos, ex-marido de Leda, foi apontado pela polícia como o mandante do crime. Ele teria mandado matar a vítima por não aceitar a separação. Altair está preso em Belém/Pa e aguarda julgamento.

Apesar de intensa procura, inclusive com recompensa em dinheiro, Dejacir somente foi preso em Estrela do Norte/GO, em agosto de 2015, por homicídio de um borracheiro de 80 anos, a quem pediu comida, mas ao ter recusado pedido por dinheiro, matou o idoso. A polícia  goiana ao puxar a ficha de Dejacir, descobriu o mandado de prisão  contra Dejacir expedido pela Justiça paeaense, sendo  transferido para Belém/Pa há época.

O blog externa seu parabéns à OAB, subseção de Itaituba, em nome da dra. Cristina Bueno, por sua incansável luta, tanto na busca por Dejacir, quanto na condenação  deste. Porém,  o caso ainda não chegou ao fim, pois agora aguarda-se a condenação do autor intelectual do triplo assassinato, Altair dos Santos.

ENTENDA O CASO

Na noite de sábado, (22), por volta das 20h o corpo da procuradora do município de Itaituba Dra. Leda Marta foi encontrado dentro de sua loja (Belíssima Moda Intima) com varias perfurações causada por um objeto cortante possivelmente uma (faca). Ao lado do corpo da advogada estava o corpo de sua filha (Hannah Estela) e da funcionaria da loja (Taynara Siqueira) também com perfurações no corpo.

Dra. Leda Marta
Os corpos foram encontrados por uma tia da funcionaria da loja, que sentiu A falta da sobrinha que costumava chegar cedo aos sábados e não estava atendendo o celular. Ao chegar à loja, a tia viu os corpos e chamou os bombeiros que foram ate ao local, mas as três já estavam mortas há algum tempo.
Peritos do (Instituto Medico Legal) foram ate ao local para fazer a pericia e remoção dos corpos para o IML. Logo após a descoberta dos corpos, populares tomaram a rua para saber o que tinha acontecido.
Inicialmente o ex-marido da advogada (Altair dos Santos) foi apontado como suspeito de ter cometido o crime; ele foi detido e levado para o quartel da Policia Militar, depois de algum tempo no quartel ele foi levado para Delegacia de Policia Civil para prestar alguns esclarecimentos. Amigos mais próximos da advogada relataram que eles já estavam separados, e ele (Altair) não aceitava a separação e por algumas vezes teria ameaçado a advogada.
Na Delegacia de Policia Altair dos Santos que é ex-militar do exercito brasileiro, professor de direito em uma faculdade particular de Itaituba e também é advogado, negou ter cometido o crime. A Policia Civil conseguiu algumas imagens do circuito interno de uma loja próxima, que mostra um homem entrando na loja às 8h40mim e saindo com uma sacola na mão às 9h10min. Esse homem foi identificado como sendo um possível namorado da funcionária da loja; nas imagens obtidas pela policia não aparece Altair.
O homem de pele morena, usava camisa manga longa branca, boné e carregava consigo uma sacola; ao chegar na porta da loja ele mostra algo para Leda que abre a porta, e pouco tempo depois o tal homem sai da loja com outra camisa e sem boné, aparentando usar luvas e com a mesma sacola na mão.
De acordo com as informações apuradas pela Policia Civil, é de que o triplo homicídio aconteceu entre 8h e 9h10min da manhã de sábado, mas os corpos só foram encontrados por volta das 20h. O caso esta sendo presidido pelo Delegado Kleber Pascoal. Segundo ele, a policia esta a procura do homem que aparece entrando na loja.

Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: