1 de fevereiro de 2022

RIO CRUEL - VÍDEO MOSTRA MOMENTO DA AGRESSÃO ATÉ A MORTE DE IMIGRANTE NEGRO

0
Imagens mostram que Moïse Kabamgabe foi espancado por 5 homens e levou cerca de 20 pauladas enquanto estava imóvel no chão e não oferecia mais resistência. Agressor que protagoniza as cenas mais covardes disse que "intenção não era matar [...] infelizmente aconteceu a fatalidade"


A Polícia Civil divulgou na noite desta terça-feira (1) os vídeos registrados por câmeras de segurança do Quiosque Tropicália, no Rio de Janeiro/rj. As imagens mostram que pelo menos cinco homens agrediram o imigrante Moïse Kabagambe, de 24 anos. O crime aconteceu na noite de 24 de janeiro enquanto o estabelecimento operava normalmente, com um atendente no balcão.


As imagens mostram 20 minutos de agressões — foram desferidas 15 pauladas enquanto a vítima tentava se defender dos agressores e outras 20 quando ele já estava imóvel no chão, sem oferecer nenhuma resistência.


Três agressores batem em Moïse mesmo ele estando imobilizado e em outros momentos desacordado no chão. Quem protagoniza uma das cenas mais covardes é Alisson Cristiano Alves de Oliveira, de 27 anos. No vídeo, ele aparece com uma camisa do flamengo e um boné preto.

Em determinado momento, quando Moïse está imobilizado por outro homem, Alisson pega um pedaço de madeira e desfere 4 golpes fortíssimo na cabeça da vítima. As imagens são chocantes.



Alisson se manifestou sobre o crime nesta terça-feira e disse que ‘a intenção não era matar’. “Eu sou um dos envolvidos na morte do congolês. Quero deixar bem claro que ninguém queria tirar a vida dele, ninguém quis fazer injustiça porque ele era negro ou alguém devia a ele. Ele teve um problema com um senhor do quiosque do lado, a gente foi defender o senhor e infelizmente aconteceu a fatalidade dele perder a vida”, disse Alisson.

O vagabundo fala em fatalidade!, como se as constantes agressões por ele desferidas, mesmo com o imigrante já desacordado e dominado por outro meliante, fossem como uma topada, um esbarrão, ou coisa assim. A vítima tinha ido cobrar R$200,00 por três dias de trabalho no quiosque!

Porém, enquanto a barbárie se desenvolvia, ali ao lado a baraca continuava sua venda como se algo de normal estivesse ocorrendo. Entretanto, parece que para muitos cariocas essas execuções se tornaram banais, até o momento quando atinge um deles... 


PARA ENTENDER O CASO, CLICK AQUI
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: