8 de janeiro de 2021

ITAITUBA/PA - AGRESSÃO A PEDINTE GERA POLÊMICA E 'REVOLTA'

0
Na noite de ontem na Orla de Itaituba, sudoeste paraense, uma agressão a um cachaceiro-pedinte, viralizou nas redes sociais, onde os 'juízes' de plantão já condenaram e 'executaram' o agressor, apesar de o vídeo não mostrar o início da confusão.


Os comentários dos internautas vão do bom senso à agressão gratuíta ao 'agressor'. E pensar que muitos que estão agredindo o 'agressor' condenam a agressão ao pedinte. Inclusive tem internauta que esta fazendo do pedinte um heroi!

Na Orla de Itaituba, principalmente no Porto da Balsa, há uma constante aglomeração de dependentes alcóolicos, que vivem a exigir dinheiro e, em caso de recusa, ameaçam/xingam os transeuntes; quando a vítima de suas ameaças é uma mulher, os pedintes ficam mais agressivos e ameaçadores e portam-se bem junto das mulheres, como forma de intimidação. O administrador deste blog já foi vítima dessas agressões verbais e ameaças por recusar A dar dinheiro, bem como já presenciou, por diversas vezes, intimadações às mulheres, principalmente no Porto da Balsa.

Assim, diante da grande repercussão do vídeo, a esposa do 'agressor-vítima' postou nas redes sociais sua versão dos fatos, amplamente compartilhada, afirmando que seu esposo somente perdeu as estribeiras quando o pedinte agrediu verbalmente sua filha impúbere. O casal vai tomar as devidas providências contra a mulher que fez a filmagem de forma inadequada e a sua divulgação, posto que o vídeo, por não retratar a verdade real dos fatos, está denegrindo a imagem de seu esposo, que não é vagabundo, como falou o pedinte.

Abaixo, a versão da esposa do 'agressor':

"Olha gente venho aqui por meio das redes sociais,não pra defender meu esposo ou tentar justificar o ato cometido por ele.mais sim pq eu tava lá tbm com nossas filhas.e as coisas não aconteceu como muita gente que não tva lá e não viu estão falando.

tem muitos equívocos e muitas má informações.

ate mesmo que trabalhamos acordamos todos os dias cedo pra trabalhar nois não somos nenhum vagabundo como esse senhor falou pra gente. meu esposo trabalha dia e noite. coisa mais rara ele tirar um dia de folga.

porem o que aconteceu,foi que fomos até a orla da cidade tomar um tacacá e depois fomos até a sorveteria. dai esse senhor chegou pedindo dinheiro. dai a gente falou se ele quisesse alguma coisa ele podia pegar que ele pagava. dai o senhor falou que não queria sorvete. dai meu esposo perguntou se ele queria comer alguma coisa do outro lado que ele ia lá com ele pagar. ele disse que não queria comer que ele ia ser sincero que queria era dinh para comprar cachaça. entao meu esposo falou que pra cachaça ele não dava não que se fosse pra comprar comida ele dava. mais pra cachaça não. dai o senhorzinho tão inofensivo que nem tem muitas gente falando, começou a nos insultar com palavras ofensivas. como chamou meu esposo de:(vagabundo,miserável, pal no cu, ordinário). dai meu esposo aguentando dai pedi pra ele dá licença pois estávamos numa boa ali. e ele disse que não tva falando comigo e me chamou de ordinária miserável.

ainda assim meu esposo continuou sentado  e falou pra ele sair e respeitar a gente.e ele continuou a nos xingar.dai então minha filha de 11 anos falou pra ele dá licença pra ele deixar a gente tomar nosso sorvete em paz. dai esse senhor mandou ela calar a boca e a chamou de muleka vagabundo. dai foi essa hra que meu esposo levantou e deu um tapa nos peitos  dele e disse novamente pra ele respeitar e falou pra ele sair de perto da gente. dai esse senhor continuou a xingar é disse que ia era matar ele.dai esse foi o segundo tapa que ele levou. foi a hra que a moça do nosso lado filmou.

Então,cada ação tem uma reação.meu esposo não tva lá como segurança,vigilante ou eletricista.estava lá como um pai de família passeando normal com a família.mais infelizmente aconteceu esse insidente.assim como aconteceu com a gente,poderia ter acontecido com qualquer família que ali estava. inclusive após o fato ocorrido,uma senhora disse que estava lá terça feira com seu filho,é esse mesmo senhor,abordou ela  e pediu dinh dai ela disse que não tinha e ele faltou foi bater nela. entao quem não viu faz vários comentários.mais não vou julgar pq a moça filmou só o final hra que meu esposo puxou ele pra levar ele lá na viatura que estava próximo ao hidroviário.foi a hra que ele puxou a sacola dele e ele caiu.

meu esposo perdeu sim a paciência com ele.mais com razão pq se ele fosse outro teria pegado o sorvete,ou teria ido comer outra coisa e ia embora.mais o cara foi nos insultar pq meu esposo não deu dinh pra ele comprar cachaça...assim como meu esposo não tinha direito de bater nele,ele tbm não tinha o direito de xingar. meu esposo trabalha.inclusive foi o que ele falou no vídeo.que ele não era vagabundo que ele travava é que tinha os empregos dele e que se ele quisesse ele dava um pra ele aconteceu pq esse senhor procurou infelizmente. 

a moça na qual gravou o vídeo e jogou nas redes sociais denegrindo a imagem dele deveria ter filmado desde o começo.e não só do final.ela fez isso pq esse cara não perturbou ela o marido dela é a filha dela.porem a gente já está tomando providências legais pra ela e outros que estão difamando ele nas redes sociais."













Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: