9 de junho de 2022

SUMIÇO - PF ACHA VESTÍGIOS DE SANGUE EM BARCO DE SUSPEITO

0
Desaparecidos no AM: PF acha vestígios de sangue em barco de suspeito
Material genético foi enviado a Manaus, no Amazonas, onde será periciado. Jornalista e indigenista estão desaparecidos desde segunda-feira


Divulgação

A Polícia Federal (PF) informou nesta quinta-feira (9/6) ter encontrado vestígios de sangue na embarcação de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como “Pelado”, de 41 anos. O homem foi preso em flagrante na terça-feira (7/8) e teve a prisão temporária por mais cinco dias decretada logo após a audiência de custódia. Ele é suspeito de ter perseguido o indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, que estão desaparecidos desde segunda-feira (6/6), na região do Vale do Javari, no Amazonas.

O sangue coletado pelos agentes da PF está a caminho de Manaus, no helicóptero tático Black Hawk, para ser periciado.

Indigenista Bruno Araújo Pereira e jornalista Dom PhillipsArquivo pessoal

As buscas começaram na segunda-feira

Alvo da cobiça de garimpeiros, o Vale do Javari é usado como rota para tráfico de cocaína Adam Mol/Funai/Reprodução

O Itamaraty diz que o governo brasileiro tomou conhecimento, “com grande preocupação”, do caso e que tem atuado para esclarecer o que ocorreu e afirmou que o governo federal faz buscas por meio aéreo, marítimo e terrestre”.

Nas últimas 24 horas, a Operação Javari realizou busca fluvial na região do Rio Itacoaí, onde Bruno e Dom foram vistos pela última vez.

“Foram percorridos cerca de 100 km computando a calha do Rio Itacoaí e seus afluentes. Todas as comunidades no percurso foram abordadas, especialmente as de Santa Cruz, Cachoeira, São Gabriel e São Rafael”, informou a corporação, em nota.

“Além da busca fluvial, foi realizado um reconhecimento aéreo no itinerário de Atalaia do Norte até a base da Funai [Fundação Nacional do Índio] na entrada da terra indígena Vale do Javari, percorrendo pontos de interesse para a busca aos desaparecidos e para as investigações”, acrescentou.


Detidos não têm ligação com desaparecidos na Amazônia, diz PF

Segundo fontes da PF ouvidas pela coluna, não há qualquer materialidade, até o momento, que ligue um dos suspeitos ouvidos até agora.


Arquivo pessoal

A Polícia Federal (PF) utiliza uma série de técnicas investigativas para elucidar o desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips no Vale do Javari (AM). Todos os moradores da região que possuem passagens por crimes graves, como homicídio e latrocínio, serão alvo de apuração. 

Segundo fontes da PF ouvidas pela coluna, não há qualquer materialidade, até o momento, que ligue um dos suspeitos ouvidos ao desaparecimento de Bruno e Dom Phillips. “Há muitas informações desencontradas, mas não existe, ainda, uma linha forte de investigação que aponte suspeitos em potencial”, disse o policial. O governo do Amazonas criou uma força-tarefa para auxiliar na busca dos desaparecidos e na investigação do caso.

Suspeitos que possuem mandados de prisão em aberto, que são considerados “locais” também estão sendo procurados. Além de cumprir o mandado, os federais querem eliminar a hipótese de algum dos procurados ter ligação direta com os sumiço do jornalista e do indigenista.

“Pessoas estão sendo detidas por vários motivos, até em situações de flagrante por porte de drogas e de munições, mas sem envolvimento direto com o desaparecimento”, disse a fonte à coluna.
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: