PORTUGUÊS - PROFESSOR DÁ 3 DICAS DE PORTUGUÊS

Professor de português dá três dicas para conjugar bem os verbos
Pensar na terminação verbal ajuda muito na hora da escrita. Fique atento para o bom uso dos verbos com as dicas do professor Diogo Arrais

Por Diogo Arrais, professor de português (@diogoarrais)

Papel em branco (seb_ra/Getty Images)

No dia a dia corporativo, são raros os profissionais atenciosos em relação à pronúncia verbal, à conjugação, à construção das frases e mensagens.

Pensar na terminação verbal ajuda muito na hora da escrita. Se o verbo for finalizado em – AJAR, há um padrão para a grafia; se for finalizado em -UAR, há um outro padrão. Vamos ao estudo:

1. -AJAR e – UJAR

Os verbos finalizados em -AJAR – como encorajar e viajar – conservam o “j” no presente do subjuntivo:

que eu viaje
que tu viajes
que ele viaje
que nós viajemos
que vós viajeis
que eles viajem

O fato interessante é que os substantivos derivados desses verbos são grafados com “g”: coragem, viagem.
2. -UAR

Os verbos finalizados em – UAR – como atuar, continuar, cultuar, efetuar, excetuar – são grafados com “e” (e não com “i”) no presente do subjuntivo:

que eu atue
que tu atues
que ele atue
que nós atuemos
que vós atueis
que eles atuem

3. -UIR

Os verbos finalizados em -UIR – como concluir, contribuir, diminuir, possuir – são grafados com “i” (e não com “e”) na 3ª pessoa do singular, no presente do indicativo:

ele conclui
ele contribui
ele diminui
ele possui

Observar a terminação verbal é um ótimo recurso ortográfico.

DIOGO ARRAIS
YouTube: MesmaLíngua
Professor de Língua Portuguesa
Fundador do ARRAIS CURSOS

Postar um comentário

0 Comentários