19 de maio de 2021

SANTARÉM/PA - DESCOBERTO ESQUEMA DE MARCAÇÃO DE CONSULTA NO HRBA

0
Polícia Civil identifica suspeito de integrar associação criminosa que furava fila de exames no HRBA

Homem cobrava de R$ 1.500 a R$ 3.000 para conseguir a realização de exames em um tempo mais curto. Após prestar depoimento o suspeito foi liberado.

Seccional de Polícia Civil em Santarém
Foto: Adonias Silva/G1/Arquivo

Operação comandada pelo delegado Thiago Mendes em conjunto com o Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), conduziu a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil nesta terça-feira (18), em Santarém, oeste do Pará, um homem suspeito de integrar associação criminosa que furava a fila de exames do Hospital Regional do Baixo Amazonas mediante cobrança de valores dos pacientes.

Imagem do suspeito

A polícia chegou ao suspeito a partir de denúncias e do levantamento de informações da Inteligência da PC. "Há alguns dias a gente tinha recebido essa denúncia de que havia um rapaz que era responsável pela marcação de exames no Hospital Regional do Baixo Amazonas com celeridade, ou seja, ele conseguia uma forma de furar a fila dos exames e cobrava determinados valores, e os exames realmente eram feitos", contou delegado Thiago Mendes.

Na manhã de hoje, um dos colaboradores da investigação informou à polícia que havia marcado para repassar valores ao homem para que fosse feito o exame. “Nós montamos então uma operação com apoio do Núcleo de Inteligência, conseguimos flagrantear no momento em que ele recebia esses valores. Ele foi conduzido imediatamente para a delegacia e aqui foi constatado que se trava de algo maior. Havia uma verdadeira associação criminosa", disse o delegado.

Durante depoimento, o suspeito informou à polícia alguns nomes, inclusive de pessoas que atuam em prefeituras de municípios da Calha Norte. A polícia já está em contato com as autoridades locais para identificar, qualificar e vincular essas pessoas ao inquérito policial.

De acordo com o delegado Thiago Mendes, as investigações apontaram que o homem cobrava entre R$ 1.500 e R$ 3 mil para agilizar a realização de exames no HRBA. Com ele foi apreendida uma pasta com documentos de pessoas diversas, que possivelmente são vítimas. Os documentos serão encaminhados ao Núcleo de Inteligência para identificar todas as pessoas envolvidas, e partir daí a polícia irá chama-las para prestar depoimento.

“Nós precisamos que essas pessoas esclareçam se são vítimas que procuram os serviços desse rapaz para conseguir a realização dos exames mais rápido, ou se são demais pessoas da associação criminosa”, diz.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito não tem nenhum vínculo com o Hospital Regional do Baixo Amazonas, não pertence ao quadro de funcionários da unidade. Era apenas um intermediador. As duas pessoas que participavam do esquema e já foram identificadas, são servidoras de prefeituras da região, e com o aprofundamento das investigações elas serão chamadas para prestar esclarecimentos acerca da sua participação na regulação dos exames.

O crime, a princípio, é de corrupção passiva, devido a solicitação de valores que seriam repassados a servidores públicos para a realização dos exames em hospital público. Mas precisamos aprofundar as investigações nas diversas atividades que envolviam essa regulação fora da fila.

Por ter colaborado com as investigações, o homem foi liberado após prestar depoimento. Mas será indicado no inquérito que está em andamento.

Esclarecimento da Secretaria de Saúde

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), informou em nota que acionou a Polícia Civil, e conseguiu localizar e deter o suposto acusado nas imediações do hospital. A Sespa ressalta que tanto a pessoa presa quanto os suspeitos ainda investigados não fazem parte do quadro de funcionários do hospital ou da Sespa.

A Secretaria esclarece, ainda, que os agendamentos de outros municípios são realizados diretamente pelas secretarias municipais de saúde.
"A Sespa e o HRBA não admitem nem compactuam com qualquer prática irregular e reforçam que todos os serviços assistenciais oferecidos à população pela unidade são gratuitos, fazendo parte do SUS (Sistema Único de Saúde)", diz a nota.

Fonte: G1 SANTARÉM
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: