24 de junho de 2022

ITAITUBA/PA - FORÇA DE SEGURANÇA QUEIMAM MÁQUINAS EM GARIMPO

0
Forças de segurança realizam nova ação contra garimpo ilegal em Jacareacanga, no Pará



Nessa área, em 2020, foram incendiadas 20 retroescavadeiras no valor de R$ 500 mil cada, mas os garimpeiros voltaram - Créditos: Arquivo/Portal OESTADONET

Nessa área, em 2020, foram incendiadas 20 retroescavadeiras no valor de R$ 500 mil cada, mas os garimpeiros voltaram - Créditos: Arquivo/Portal OESTADONET

A presença de homens das forças policiais e ambientais causou correria entre garimpeiros que atuam de forma ilegal em áreas indígenas no município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará. Nesta quinta-feira (23), áudios que circularam em grupos de Whatsapp, alertavam os garimpeiros sobre a presença da polícia em áreas onde o ouro é explorado ilegalmente naquela região.

A ação dos federais mirou a exploração garimpeira em áreas localizadas ao longo da cabeceira do rio Kabitutu. Em 2020, essa mesma região foi alvo de uma grande operação que resultou na destruição de 20 retroescavadeiras usadas na extração não permitida de minérios. A região é uma área protegida por legislação federal.

Naquela ocasião, não houve prisão e os garimpeiros utilizaram o mesmo modus operandi desta quinta-feira: tentar esconder nas matas, os maquinários usados na extração de ouro.

Nas conversas em grupos de whatsapp, enviadas ao Portal OESTADONET, um garimpeiro avisava o outro sobre a ação dos federais e orientava para que máquinas e equipamentos fossem guardados para evitar que fossem destruídos na ação policial. Em um dos áudios é possível ouvir alguns disparos, possivelmente de arma de fogo.

Nas conversas em áudio que circularam em grupos, os garimpeiros conversam entre si e atualizam uns aos outros sobre as ações policiais. Em um dos áudios um dos homens fala sobre a quantidade de maquinário que já foi queimado no dia de hoje e garante que estão queimando apenas as máquinas e deixando os motores.

“Queimaram um bucado, só do Guerreiro queimaram 03. Eles estão vindo queimando tudo, fica bom porque eles não estão queimando os motores só os maquinários mesmo desta vez”, garante o garimpeiro.

Desde 2020, que a Polícia Federal, Força Nacional, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e Fundação Nacional do Índio (Funai) tem intensificado o combate contra garimpos ilegais na região.

O garimpo clandestino causa danos ambientais devido ao uso indiscriminado de produtos químicos altamente nocivos à natureza e à saúde humana. Além disso, a presença de garimpeiros provoca uma série de problemas sociais e conflitos constantes entre os povos indígenas e os forasteiros.

Decreto 11.100/22

Diante de mais essa onda de queima de máquinas de garimpeiros, surgiu em grupos de whatsapp informação acerca da publicação de um decreto (11.100/22) do governo federal que proíbe o uso de fogo na Amazônia por 180 dias, salvo algumas exceções, nos termos do decreto 2.661, de 08.07.98. Porém, este blog entende que este novo decreto não terá nenhuma interferência nessas ações do governo federal na proteção do meio ambiente, posto que as determinações do decreto 2.661 nada fala sobre apreensão de equipamentos usados na degradação do meio ambiente. 

É esperar para vê se o decreto 11.100 terá qualquer influência nas queimas do equipamentos apreendidos pelo IBAMA.

Matéria adaptada.
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: