11 de janeiro de 2022

BRASIL - GAMER SE VANGLORIA DE TER PARTICIPADO, COM MAIS SETE, DE ESTUPRO!

0
Ele afirma que a embebedou e a levou para um barraco, onde oito homens esperavam pela dupla. "Ela se arrebentou toda", conta rindo

Image: Reprodução

O jogador do game Street Fighter V, Robson Pereira, conhecido como Robinho FGC, confessou em vídeo nas redes sociais que promoveu um estupro coletivo contra uma mulher que ele teve um relacionamento.

“Ela se arrebentou toda”

Robson conta em vídeo do dia 27 do mês passado, que estava saindo com a moça, mas descobriu que ela ficava com outras pessoas. Ele afirma que a embebedou e a levou para um barraco, onde oito homens esperavam pela dupla. “Ela se arrebentou toda”, conta o jogador, rindo da situação. Após a repercussão negativa do caso, o jogador se pronunciou dizendo que a história era mentira e apenas uma “brincadeira”.

A repercussão veio após denúncia do também jogador de Street Fighter Raphael "Zenith" Puglielli. Zenith divulgou um clipe de uma live que aconteceu no fim de 2021, onde Robinho fgc descreve uma situação de violência sexual cometida por ele e um grupo de outros oitos amigos contra uma mulher.

Na live, robinho contou que recebeu um vídeo mostrando que sua então namorada o estaria traindo. Para se vingar, ele a chamou para sair e a embebedou. Em seguida, levou a mulher para um “barraco” onde teria realizado o estupro junto dos amigos. No dia seguinte, ao ser questionado da atitude pela mulher, teria a chamado de “vagabunda”.
Assista o vídeo abaixo.

Demitido

A Patoz Team, equipe que o jogador representava, pronunciou-se na tarde desta quinta-feira (6) sobre o caso. Num post no Twitter, o responsável pela conta diz que Robinho não faz mais parte do Patoz Team, que a empresa não compactua com sua atitude e ainda que não tolera que nenhum integrante siga o mesmo caminho.


Fala pode ser investigada

A delegada titular da Delegacia Municipal e da Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari (SP), Maria Luísa Dalla Bernardina Rigolin, afirma que a polícia civil pode apurar a “confissão” baseada no vídeo.

“Qualquer pessoa, com base nesse vídeo, pode apresentar o que chamamos de notícia crime, e a partir daí o fato vai ser apurado. Eu mesma já registrei um boletim de ocorrência com uma notícia que foi veiculada em rede social”, explica a delegada.

“É um comportamento que ultrapassa tudo o que nós pressupomos como machismo. Temos claramente um possível crime de estupro de vulnerável e coletivo”, completou.

Nas redes sociais houve muitas críticas ao gamer e dito influencer digital.


Com informações do Universa UOL
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: