7 de novembro de 2021

SANTARÉM/PA - SARGENTO GILDSON É EXPULSO DA POLÍCIA MILITAR

0

Foi publicada no Boletim Geral (BG), da Corregedoria da Polícia Militar, a portaria de exclusão do sargento Gildson dos Santos Soares, imagem acima, das fileiras da PM no Pará. O militar era membro do Grupo Tático Operacional (GTO), e atuava no município de Santarém, no oeste do Pará.

Gildson responde a uma série de crimes entre, os quais, a morte de Sônia da Silva Viana. Ela foi morta com dois tiros nas costas disparados pelo militar. Gildson foi indiciado pela tentativa de homicídio contra mais cinco pessoas. Todos esses crimes ocorreram no dia 28 de junho de 2018, quando as vítimas se encontravam no interior de um veículo, na rodovia Fernando Guilhon, em Santarém, no oeste do Pará.

A exclusão, “a bem da disciplina”, do 2º sargento Gildson dos Santos Soares foi oficializada nesta semana (quarta, 3) pelo corregedor geral da PMPA, coronel Ricardo André Silva. 

Pelas mortes de Sônia Silva Viana, com 2 tiros nas costas, e ferimento da menor Glenda, 14 anos, filha da vítima fatal, e Lucas, ambos atingidos também à bala, assim como a agressão física a Gabriel Pereira Capucho, o sargento do Tático irá enfrentar júri popular, via 3ª vara Criminal de Santarém. O juiz Gabriel Veloso de Araújo é quem está à frent

Réu preso, a exclusão de Gildson Soares foi por transgredir o CPB (Código Penal Brasileiro), em 3 artigos (37, 121 e 129), como ainda “valores policiais militares de natureza grave”.

“Decido pela exclusão a bem da disciplina do indigitado militar [Gildson dos Santos Soares] das fileiras da corporação”, escreve o corregedor geral da PMPA.

O militar ainda pode recorrer da decisão pelo prazo de 15 dias, a contar da data da notificação. 

Entenda o caso

Carro com seis ocupantes é atingido a tiros em Santarém; uma mulher morre

Crime aconteceu em frente a um comércio no bairro Santarenzinho por volta das 15h30. A polícia está no local levantando informações que possam levar aos criminosos.

Por G1 Santarém — PA

Veículo ficou com várias perfurações de bala após abordagem
por dois homens em uma moto — Foto: Adonias Silva/G1

Uma mulher morreu na tarde desta quinta-feira (28), após ser atingida a tiros disparado por uma pessoa que estava em uma moto Bros nas cores azul e preta. Sônia da Silva Viana, 40 anos, estava dentro de um carro modelo Gol em companhia do marido, dois filhos e mais um casal. O carro foi alvejado com vários disparos na Rua Angelim, no bairro Santarenzinho, em Santarém, oeste do Pará.

Os dois filhos de Sônia - Glenda Cássia Viana Ferreira, 14 anos e Lucas Viana Ferreira, 17 anos, foram feridos à bala, bem como o condutor do veículo, identificado como Gabriel Ferreira dos Santos, que levou um tiro na cabeça. Eles estavam retornando da ocupação Vista Alegre do Juá, quando a moto se aproximou do carro e o condutor fez os disparos de pistola .40.

O carro tem placa de Palmas, capital do estado de Tocantins, e ficou com ao menos 5 perfurações nos vidros dianteiro e traseiro, e também na lataria.

Mulher estava no banco traseiro do veículo quando foi atingida
pelo disparo de arma de fogo — Foto: Adonias Silva/G1

Segundo informações de uma testemunha, a moto foi vista na ocupação Vista Alegre do Juá, pouco tempo antes do crime que aconteceu a quatro quarteirões da avenida Fernando Guilhon, em frente a um pequeno comércio do Santarenzinho. Ela disse que a moto parou em frente ao seu terreno, o condutor ficou olhando e ela comentou com Sônia e seu marido Santos, mas eles não mostraram nenhuma preocupação com aquele fato.

"Eu acho que eles não estavam preocupados com nada. Se não, teriam falado algo do tipo: 'olha se verem uma moto assim, assado, me avisem. Quando eu vi a moto parada em frente do meu terreno um tempão, eu fiquei com medo. Desci até o local onde eles estavam limpando os terrenos deles e comentei. Eles disseram que devia ser alguém procurando terreno. Em nenhum momento eles se assustaram com nada. Então, eu acho que eles estavam inocentes nisso", comentou a testemunha.

Área foi isolada pela polícia para levantamento do local
 de crime pela perícia científica — Foto: Adonias Silva/G1

A área foi isolada pela polícia para levantamento de local de crime. O corpo da mulher está no banco de trás do veículo e será removido para o IML após a perícia do CPC.

Estado de saúde

O Hospital Municipal de Santarém (HMS) declarou, através de nota, o estado clínico das vítimas:

Glenda Cássia Viana Ferreira, 14 anos, foi baleada no braço esquerdo e na região do abdômen. A adolescente está na sala de reanimação e respira por suporte de oxigênio. Um cirurgião geral realizou uma drenagem na área do abdômen. O quadro clínico da paciente é delicado.

Lucas Douglas Viana Pereira, 17 anos, foi ferido na pelve. 

Gabriel Pereira dos Santos, 22 anos, foi ferido no crânio, tórax e região do cóccix. Os dois pacientes realizaram exame de imagem e foram avaliados pelo médico cirurgião. O quadro clínico dos jovens é estável até o momento.
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: