26 de janeiro de 2021

OFENSAS - HUMANÓIDE PAULISTA, QUE JÁ FOI EXPULSO DA EUROPA, OFENDE PARAENSES MORTOS EM ACIDENTE

0
Homem destila ódio a paraenses na internet após acidente que matou 19
pessoas na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná.

 

“…estou tão feliz q os policiais levarão (sic) aquele asfalto com agua e sabão no local do acidente porq eria (sic) ficar o sangue nojento daquele povo cheio de vírus…”

Veja os posts

Reprodução – redes sociais

Nem mesmo diante de um trágico acidente que causou perdas a muitas famílias e comoção em todo o Brasil, ainda têm pessoas que não se preocupam em destilar seu ódio, intolerância e xenofobia. Após a tragédia com o ônibus que saiu de Belém, os paraenses estão sendo hostilizados por perfis possivelmente da região onde o veículo despencou.

Isso está ocorrendo nas redes sociais um dia após o acidente de ônibus em que 19 pessoas morreram e outras ficaram feridas.

Acidente com ônibus de Belém que ia para Santa Catarina deixa 19 mortos e
33 feridos | Reprodução

Um dos perfis, identificado como Giuliano Esposto comemora o acidente e se mostra aliviado, pois o sangue cheio de vírus de pessoas saídas de Belém não iria entrar em Balneário Camboriú. Outro vagabundo que ofendeu os paraenses é Jefersom Souza que, parece, também excluiu seu perfil do Facebook.


O autor das postagens regadas de preconceito, xenofobia e imensos erros gramaticais, é esse homem, que logo depois, excluiu o perfil das redes sociais.


Escondendo-se atrás de perfis, uns corvades agradeceram pela morte das vítimas do acidente.

Entretanto, mesmo diante desse cenário, muitos paraenses que moram em cidades próximas ao acidente, colocaram-se à disposição para ajudar.



XENOFOBIA

As manifestações dos responsáveis por esses perfis podem enquadrar-se no crime de xenofobia, que é rejeitar pessoas em razão de sua origem. O crime é previsto na lei 7716/89, com pena de reclusão de 1 a 3 anos, mais multa. (Matéria adaptado do Diário Online)

Homem que atacou vítimas de acidente nas redes sociais já foi preso e deportado da Europa

Crédito: Reprodução

Nas redes sociais Giuliano Rodrigo Esposto, 42 anos, ficou conhecido nesta segunda, 25, após comemorar a morte dos 19 paraenses no acidente com o ônibus de turismo em Guaratuba, no Paraná. Mas há 11 anos ele estampou as manchetes de jornais ao ser preso e deportado da Inglaterra.

À época, em entrevista ao jornal Cruzeiro do Sul, o então vigilante contou com detalhes o que ele julgou ser uma das piores semanas da sua vida.

Veja o vídeo:


O drama vivido na Europa parece não ter surtido efeito na conscientização do sorocabano contra o racismo e a xenofobia. Giuliano fez ataques nas redes sociais, comemorando a morte de dezenas de pessoas, além de usar termos como "vermes imundos" e "vermes do norte”.

Após a repercussão, o covarde Giuliano excluiu o perfil, que também exibia a foto de um fuzil na capa.
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: