13 de setembro de 2020

AMAZONAS - PAI É PRESO APÓS MATAR HOMEM QUE ESTUPRAVA A FILHA

1
Pai foi preso após flagrar filha de 7 sete anos sendo estuprada e matar homem a golpes de terçado no Amazonas. Foto: Divulgação/PC-AM

Um homem de 44 anos flagrou a filha de sete anos de idade sendo estuprada, em uma área de mata, na cidade de Barreirinha, no Amazonas. 

Ele matou o estuprador, Gilberson Miquiles Trindade, de 33 anos, a golpes de terçado. O pai foi preso após o homicídio. 

A prisão do homem ocorreu na Aldeia Araticum, zona rural de Barreirinha (a 331 quilômetros em linha reta de Manaus). Ele foi preso na quinta-feira (10/9), por volta das 17h, por policiais da 42ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Barreirinha, em ação conjunta com a Polícia Militar (PM).

De acordo com o delegado Enéas Cardoso, titular da 42ª DIP, o estupro motivou o assassinato. “Na tarde desta quarta-feira (9/9), os pais da menina pediram que ela fosse buscar água e, por volta das 20h, o pai deu falta da criança e foi procurá-la. Na ocasião, ele encontrou Gilberson, no meio do mato, abusando da filha, momento que cercou o rapaz e o matou com golpes de terçado”, contou Cardoso.


Conforme o delegado, o pai aguardava a chegada da equipe de polícia na residência dele, onde foi efetuada a prisão, na quinta.

A menina foi encaminhada para o município de Parintins (a 369 quilômetros em linha reta da capital), onde realizou a perícia. Segundo a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), a criança se recupera do ocorrido. 

Procedimentos

O homem foi preso em flagrante pelo crime de homicídio. Após os procedimentos cabíveis, ele ficará na carceragem da unidade policial e ficará à disposição da Justiça.
Copyright © Portal Marcos Santos
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Um comentário:

Andreson disse...

Uma notícia dessas, mostra a porcaria que é a justiça desse país. Se fosse um amiguinho de juiz ou delegado, nem seria preso.