27 de julho de 2020

COVID-19 - ESCOLAS PARTICULARES NÃO VÃO ATENDER AO DECRETO MUNICIPAL DE VOLTA ÀS AULAS

0
A Prefeitura Municipal de Itaituba, sudoeste do Pará, editou o Decreto de n. 098/20, que instituiu o retorno controlado da volta às aulas para as escolas privadas do município a partir do próximo dia 03 de agosto, devendo ser observadas as medidas de seguranças estabelecidas no artigo 5º do Edital acima.
A imagem pode conter: texto
Porém, em consonância com as várias manifestações contrárias de pais nas redes sociais, mais notadamente no Facebook e em grupos de Whatsapp pelo retorno das aulas no dia 03, os dois principais educandários privados de Itaituba, Escola Marechal Rondon e Centro Educacional Anchieta publicaram informativos avisando que não voltarão com as aulas, conforme determina o item 4º do Decreto acima.

A Escola Marechal Rondon informa (primeira imagem) que manterá o formato que vem colocando em prática neste momento de pandemia, que é o Ambiente Virtual de Aprendizagem/modalidade EAD, ou seja o ensino à distância.


Quanto ao Anchieta, a escola avisa que informará à sua comunidade estudantil a ideia e o formato da possível volta às aulas.


Em comum, as duas escolas, além de não voltarem com as aulas conforme autoriza o Decreto 098/2020, afirmaram que irão ouvir os pais dos alunos quanto à forma do retorno às aulas, bem como estão preocupadas com o atual quadro da pandemia em Itaituba, que já tem 82 óbitos.

Ainda, para embasar as decisões das escolas, pesou as centenas de manifestações contrárias ao Decreto Municipal, inclusive umas bem veementes. Aqui por casa, já decidimos que nosso filho não irá retornar no dia 03, pois é melhor perder um ano letivo, do que a vida. (Imagens: reprodução das redes sociais)


Em Santarém, também no sudoeste do Estado e cidade vizinha à Itaituba, o prefeito Nélio Aguiar criou, via Portaria 0113/2020, do dia 20 de julho de 2020, um Comitê Gestor com a "finalidade de estabelecer diretrizes, orientações gerais de planejamento em preparação a volta às aulas, quando for possível", conforme afirmou a Secretária de Educação, Mara Belo.


O representante do Sindicato dos profissionais das Instituições Educacionais da Rede Pública Municipal de Santarém (Sinprosan), Rivelino Lacerda, comentou que a instituição do comitê é de fundamental importância para fazer uma interlocução com os setores que lidam com a educação no município de Santarém. “É através do diálogo que a gente constrói alternativas para enfrentar esse processo difícil pelo qual estamos passando. Neste primeiro momento consolidamos que os profissionais da educação municipal vão retornar as escolas esta semana, obedecendo a um protocolo de segurança, em forma de rodízio, ficando de fora aqueles que integram os grupos de risco, devendo trabalhar em home office”.

A representante do Conselho Municipal de Educação, professora Greice Goch, comentou que a proposta é discutir o retorno gradual dos profissionais da educação, embora ainda não haja uma previsão de retorno das atividades escolares, o que vai depender da avaliação dos setores da saúde. “Nesse momento estamos discutindo propostas de cunho pedagógico, capazes de favorecer o retorno das aulas, mas obedecendo todas as recomendações de segurança à comunidade escolar.”

Ou seja, ainda não há previsão do retorno às aulas em Santarém.
Author Image
AboutNSussuarana

Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário: