ITAITUBA/PA - PERIGOSO E JOVEM BANDIDO É EXECUTADO NA CASA DA NAMORADA

Ex-Presidiário “Jacó” é morto a tiros no Residencial Vale do Piracanã, em Itaituba.


Segundo informações o crime aconteceu na noite desta quinta-feira, 16/04/2020, por volta das 21h, no Residencial Vale do Piracanã, em uma casa na quadra 16, em Itaituba, sudoeste do estado. 

A vítima foi identificada como sendo JACÓ FELIX DA SILVA FERREIRA, de 19 anos, alcunha de “JACÓ”, um velho conhecido da polícia, com uma fixa extensa, desde quando era menor de idade. 

'Jacó' estava preso no Centro Regional de Recuperação de Itaituba - CRRI, e teria deixado o local recentemente. Segundo testemunhas, dois homens chegaram em uma moto pop-100 de cor preta, na casa onde 'Jacó' estava, teriam-no chamado pelo seu nome, e em seguida efetuado vários disparos contra ele, que ainda tentou correr, mas foi alcançado e teria sido atingido por mais tiros à queima-roupa. A casa onde 'Jacó' foi morto seria de sua namorada, ele morava na 2ª Rua do km 05. 

A polícia militar chegou rapidamente ao local, fez o devido isolamento. Policiais civis também estiveram no local, colhendo informações e procurando pistas na cena do crime. Em seguida, o IML foi acionado para fazer a remoção do corpo. A polícia investiga o crime. 

Jacó e sua gangue participante do assassinato do taxista Raposo
 ASSASSINATO DO TAXISTA RAPOSO

No dia 04 de janeiro de 2017, o taxista 'Raposo' foi covardemente assassinado, por volta das 21h, junto à sua barraca de churrasquinho, com um tiro no peito nas proximidades da Escola Djalma Serique. Ele teria reagido a um assalto e foi morto. Relatos de testemunhas dão conta que o mesmo estava sentado em um local onde vende churrasco, quando os elementos 'De Manaus' que estava armado com um revolver e 'Jacó' que pilotava a moto chegaram ao local. 'De Manaus' anunciou o assalto e pediu o celular do taxista, mas 'Raposo' se negou a dar o celular e ainda foi para cima do assaltante, que lhe deu um tiro no peito; o taxista morreu no local. (Junior Ribeiro)


Antônio José 'Raposão' - o taxista assassinado

Novamente em janeiro mas do ano em curso, esse perigoso marginal fez uma senhora refém ao roubar uma moto e ser perseguido pela Polícia Militar, sendo parado após ser baleado ao fazer de refém uma senhora.

Conforme informações apuradas, o acusado, que já tem passagem pela polícia por assalto, abordou uma mulher, identificada como Aline Cristina, no residencial Campo Belo, e realizou o assalto à mão armada, roubando da vítima sua moto
 modelo Bros 160 de cor branca e vermelha.
Jacó sendo atendido após levar tiro da PM
Após a ação criminosa, ao tentar fugir, o criminoso se deparou com uma guarnição da Rocam, motopatrulhamento da Polícia Militar, nas proximidades do Instituto Médico Legal de Itaituba (IML), na rodovia Transamazônica, a qual saiu em perseguição a bandido.

Ao chegar na rua Primeira do Jardim Aeroporto, o criminoso largou a moto e fez refém uma mulher que estava comprando melancia em uma barraquinha.

Com a arma na mão, desesperado, ele ameaçou atirar. Com intuito de cessar a injusta agressão, a Rocam efetuou um disparo o qual acertou a perna do criminoso. A mulher em seguida foi liberada. (Giro Portal).


Em entrevista à TV Record!, o comandante da Polícia Militar de Itaituba, Major Pedro, informou que Jacó tinha uma extensão folha policial e, inclusive, havia investigação sigilosa contra o perigoso e agora finado bandido, que vem agindo desde a adolescência. Major Pedro salientou que o caminho do crime só tem dois destinos: cadeia ou cemitério.

Jacó achou seu destino que tanto perseguiu.

- Fonte: Junior Ribeiro

Postar um comentário

0 Comentários