ITAITUBA/PA - PREFEITURA LANÇA CAMPANHA PARA PREVENÇÃO CONTRA CORONAVÍRUS

Nenhuma descrição de foto disponível.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Em razão da pandemia do coronavírus, assim declarada pela Organização Mundial de Saúde há quase uma semana, que declarou que vivemos uma pandemia do novo coronavírus, chamado de Sars-Cov-2. “Nas últimas duas semanas, o número de casos de Covid-19 [doença provocada pelo vírus] fora da China aumentou 13 vezes e a quantidade de países afetados triplicou. Temos mais de 118 mil infecções em 114 nações, sendo que 4.291 pessoas morreram”, justificou Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

Assim, diante das diversas medidas tomadas por autoridades, em âmbito nacional e mundial, e também pelo fato de que em Itaituba há convergência de muitas pessoas, seja pela garimpagem ou pelo constante e grande fluxo de motoristas dos caminhões de soja, sem olvidar os próprios itaitubenses que constantemente viajam a negócios e/ou a passeio, o prefeito itaitubense, Valmir Climaco (MDB), reuniu nesta terça feira, 17, com o Secretário de Saúde do município, Iamax Prado, com coordenadores de setores da saúde; com Secretário Municipal de Educação-SEMED, Amilton Pinho; os coordenadores de setores; delegado de Polícia Civil, Dr. Rafael; presidente da OAB subseção de Itaituba, Dra Cristina Bueno; Procuradoria Jurídica do município e outros setores do governo municipal, para planejar medidas emergenciais e ações do protocolo, que deverão ser publicados na próxima segunda feira, 23. A reunião foi organizada pela Secretaria de Saúde-SEMSA que está estudando uma serie de medidas de prevenção contra o Coronavírus.

As orientações nesse momento são para população ter cautela, evitar aglomerações de pessoas, lavar com frequência as mãos com água e sabão ou usar álcool gel 70%, trocar peças de roupa ao chegar em casa.
Quem estiver com sintomas de gripe, ou mesmo simples resfriado, usar máscara e se recolher. Evitar tossir em cima das pessoas e em público. Não compartilhar objetos pessoais, como colher, copo, prato..., alerta o Secretário de Saúde, Iamax Prado.

O Prefeito Valmir Climaco ressalta que existe uma grande preocupação, uma vez que o município recebe muitas pessoas de todos os estados via aérea, terrestre e fluvial. Portanto, as medidas serão tomadas de acordo com um projeto de Lei do executivo, que está sendo elaborado pela Procuradoria do Município, disse o gestor municipal. (Via Facebook)

INSTITUIÇÕES DE ENSINO CANCELAM AULAS

IFPA suspende aulas por medidas de segurança
(Foto: Reprodução)

A pandemia mundial do Novo Coronavírus tem assustado os brasileiros, que buscam meios de evitar que continue a propagação do vírus nos estados e cidades do Brasil. Em vista disso, novas instituições de Itaituba anunciaram a paralisação das atividades. Dentre as instituições, estão o Centro Universitário de Maringá (UniCesumar), o Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (Uniplan), a Faculdade Educacional da Lapa (Fael), a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e o Instituto Federal do Pará (IFPA, Campus Itaituba).

À respeito dessa paralisação, a direção da UniCesumar confirmou ao Giro que desde o dia 12 de março estão com as aulas suspensas e sem previsão de retorno. Na UNIPLAN as aulas foram suspensas nesta terça-feira (17) e devem ser retornadas no próximo dia 29 de março. A Fael, por sua vez, comunicou por meio de nota que as aulas práticas de Educação Física e de todas as Licenciaturas estão suspensas também a partir desta terça-feira, retornando somente no dia 31 de março.

A direção do IFPA informou, também em nota, que as aulas devem ser suspensas a partir da próxima quinta-feira (19), com previsão de retorno no dia 12 de abril. Além disso, foi informado que, além da suspensão das atividades acadêmicas presenciais, os setores administrativos devem adotar um regime de jornada diferenciado, com turnos alternados de revezamento e trabalho remoto, para abranger a totalidade ou percentual de atividades desenvolvidas pelos servidores. 

As instituições ressaltam que, apesar de suspensas as aulas, nada afetará o atendimento administrativo/comercial nas unidades, visto que funcionarão normalmente em horário comercial. Além disso, destacaram ainda que nenhum aluno será prejudicado por prazos de atividades presenciais. 

Sobre a pandemia, é preciso lembrar que nenhum paciente foi testado positivo com o Novo Coronavírus em todo o Estado do Pará e estas medidas adotadas pelas instituições seguem as normas definidas pelo Ministério da Saúde e Secretaria Estatual de Saúde que visam o controle da disseminação do vírus.

A Câmara dos Dirigentes Logistas (CDL) divulgou, por meio de nota, o cancelamento de uma importante reunião que deveria ocorrer no dia 25 de Março, no auditório do SEBRAE, com um palestrante que iria apresentar o projeto de uma promoção que teria o apoio da entidade. ​No caso da Universidade Federal do Oeste do Pará, polo de Itaituba, o responsável pela gestão da instituição, Luamim Tapajós, informou que uma reunião em Santarém definirá quais medidas irão ser tomadas e, provavelmente, também irá haver a suspensão das aulas, mas a Universidade estuda uma forma de amenizar os impactos desta ação para que os alunos não sejam prejudicados. 

Nesta segunda-feira (16), o Giro divulgou a suspensão das atividades da UNOPAR e do CEPA. (Fonte: Portal Giro)

SANTARÉM/PA TOMA MEDIDAS PARA EVITA TRANSMISSÃO

Prefeito anuncia à imprensa medidas preventivas sobre o coronavírus em Santarém
Foto-Mauro Nayan

Mesmo não havendo nenhum caso confirmado da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus em Santarém, o prefeito Nélio Aguiar anunciou, nesta segunda-feira (16), uma série de medidas preventivas, entre elas: assinatura de Decreto que declara situação de emergência no município, diante do contexto nacional e mundial provocado pela pandemia do coronavírus e a instalação de Comitê de Gestão de Crise, cuja coordenação esta sob responsabilidade do Gabinete do Prefeito e da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Acesse o Decreto que declara situação de emergência para o coronavírus;
Acesse o link com informações atualizadas sobre o Coronavírus em Santarém e o trabalho da Prefeitura.

De acordo com o Decreto, fica declarada existência de situação atípica caracterizada como situação de emergência, em razão da pandemia, com potenciais repercussões para o estado do Pará, por um período de 90 dias, renováveis por igual período.

Para implementação das ações urgentes a serem adotadas, fica a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) autorizada a editar os atos normativos complementares necessários à execução do Decreto. 

O Comitê de Gestão de Crise será responsável pelo acompanhamento da situação de emergência. Ele é composto da seguinte forma:
Gabinete do Prefeito e Vice-Prefeito;
Secretaria Municipal de Saúde (Semsa);
Secretaria Municipal de Gestão, Orçamento e Finanças (Semgof);
Secretaria Municipal de Educação (Semed);
Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras);
Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT);
Secretaria Municipal de Cultura (Semc);
Secretaria Municipal de Turismo (Semtur);
Procuradoria Geral do Município (PGM);
Controladoria Geral do Município (CGM).

De acordo com o Decreto, compete ao Comitê adotar medidas necessárias para monitorar e se contrapor à disseminação da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus.

Nélio Aguiar assina Decreto que declara situação de emergência em Santarém, diante do contexto nacional e mundial. Foto-Mauro Nayan

Monitoramento

O prefeito informou que tanto a Vigilância em Saúde Municipal, quanto a Vigilância em Saúde Estadual vêm trabalhando em relação aos casos “importados”, ou seja, pessoas que tiveram recentemente em países onde já há intensa manifestação do vírus.

“São pessoas que estiveram na Europa ou na América do Norte e retornaram para Santarém e apresentaram alguns sintomas suspeitos. Todos esses casos, nós já estamos cuidando, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, com coleta de material, isolamento, caso seja necessário, e internação. O que a gente está trabalhando é nos antecipar para uma possibilidade da chegada do vírus no estado do Pará e em Santarém. O que nós temos, nesse momento, é uma possível confirmação da circulação do vírus no município. O que não é o caso hoje. Os últimos dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) nos dão a tranquilidade e segurança que não existe a circulação do Coronavírus dentro do município de Santarém”, destacou.

Objetivando a prevenção da proliferação do vírus, o Decreto recomenda medidas que devem ser adotadas, entre elas: evitar a superlotação de passageiros e intensificar a higienização dos transportes coletivos; campanhas serão intensificadas na imprensa e redes sociais, com material oficial do Governo Federal; servidores do SAMU, ACS’s, ACE’s, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, entre outros profissionais receberão treinamento; unidades públicas de saúde vão articular junto à rede privada fluxos de atendimentos necessários; o município vai articular, também, reuniões para apresentação dos protocolos estabelecidos pela OMS à Companhia Docas do Pará –CDP, Cargill, Capitania Fluvial de Santarém e ao Destacamento de Controle de Espaço Aéreo.

O Decreto determina a suspensão do período de férias dos profissionais de saúde, assistência social e defesa civil nos meses de abril e maio. Na UPA 24h fica criada uma sala de coleta específica para o atendimento de pacientes com sinais de gravidade de sintomas respiratórios.

Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está autorizada a editar atos normativos complementares à execução do Decreto. Foto-Mauro Nayan

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) é a unidade de saúde pública referência para o tratamento de casos graves da doença. De acordo com a diretora do 9º Centro Regional de Saúde (9ºCRS/Sespa), Marcela Tolentino, o hospital disponibilizou dois leitos de UTI e o 4º andar já está sendo preparado para atender possíveis casos.

O município dará suporte em relação ao tratamento de casos considerados leves.

Suspensão de aulas e demais eventos 

Nesse momento está descartada a suspensão das aulas na rede pública municipal. “É uma medida que na atual situação, onde não há caso confirmado no município, está fora do Decreto, porque é para ser tomada no momento em que você tem a certeza que o vírus está circulando no estado ou na cidade. Hoje, nós não temos cientificamente, nenhum dado de que o coronavírus já esteja circulando no estado do Pará e no município de Santarém. Portanto, hoje, essa medida não cabe, é uma medida de bloqueio, para evitar a transmissão do vírus”, informou Nélio Aguiar.

Atividade turística

A Prefeitura monitora a chegada de navios trazendo turistas de outros países que chegam em Santarém. Segundo Nélio, existe toda uma fiscalização e o município segue protocolos da autoridade nacional de saúde pública.

Marcela Tolentino, diretora do 9º CRS/Sespa: "Hospital Regional é referência no tratamento de casos graves do coronavírus". Foto-Mauro Nayan

“A iniciar pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária [Anvisa]. Assim que eles chegam ao Brasil eles são abordados. Quando chegam em Belém também passam por fiscalização e o mesmo acontece quando chegam em Santarém. Por meio da Declaração de Saúde Marítima, as autoridades atestam que não há entre passageiros e tripulantes casos suspeitos de coronavírus. Somente com essa declaração é autorizado o desembarque de passageiros”, reitera.

No site oficial da Prefeitura foi disponibilizado um link com informações sobre a possível manifestação do coronavírus no estado do Pará e em Santarém, além de informar a população sobre o trabalho que já começou a ser realizado pelas equipes de saúde pública e demais órgãos.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Postar um comentário

0 Comentários